Menos impostos para as microcervejarias brasileiras

Não aos impostos de micro cervejariasUma luta ao incentivo do crescimento das microcervejarias

Estou reproduzindo este texto do blog do cervejaso do Ricardo Amorim, pois ele mostra uma luta que precisamos vencer para que nosso crescimento seja condizente com nosso âmbito.

A diminuição dos impostos das micro cervejarias possibilita o crescimento da cena cervejeira no Brasil.
Hoje, o mercado de cervejas artesanais e micro cervejarias é apenas de cerca de 0,3% de todo volume produzido em território nacional.

Temos muita cerveja boa minha gente, vamos apoiar esta causa para que num futuro próximo, possamos ter cada vez mais cervejas de alta qualidade com aromas e sabores que uma cerveja de verdade deve ter.

Daqui pra baixo, são palavras do Ricardo Amorim e a carta criada pelo concurso nacional.

Menos impostos para as microcervejarias

Nos últimos dias 23, 24 e 25 de junho aconteceu em Florianópolis (SC) o VI Encontro e Concurso Nacional de Cervejas Artesanais, que reuniu cervejeiros do país inteiro. Um dos resultados do evento foi um documento conjunto que pede a inclusão das microcervejarias na categoria de empresas que podem aderir ao SIMPLES, reduzindo a sua carga tributária. Apoio a iniciativa e reproduzo abaixo o documento.

CARTA DE FLORIANÓPOLIS.

As Microcervejarias e cervejeiros caseiros, reunidos no 6º Encontro Nacional de Cervejas Artesanais, nos dias 23 a 26 de junho de 2011, na Cidade de Florianópolis, querem se manifestar sobre a alta tributação do setor:
Nos últimos 8 anos vivemos o renascimento das cervejas artesanais no Brasil. Hoje, o País tem mais de 200 microcervejarias espalhadas por todo o Brasil.
As microcervejarias se caracterizam por produzir cervejas regionais, em pequenos volumes, muitas vezes refletindo a cultura da região e explorando sabores e estilos que não são produzidos pelas grandes indústrias cervejeiras.
Estamos vivendo o renascimento desta cultura no Brasil, inclusive criando uma nova escola cervejeira que já é reconhecida no mundo pela sua qualidade. Isso é resultado do trabalho e dos investimentos das microcervejarias e dos cervejeiros caseiros que colocaram o nosso país no mapa das cervejas artesanais de qualidade. Isso é comprovado pelo reconhecimento internacional, nos últimos anos, através dos vários prêmios conquistados nos cinco continentes pelas cervejarias artesanais brasileiras. Ou seja, o Brasil está sendo reconhecido pela qualidade das suas cervejas – principalmente pelas artesanais.
Entretanto há um paradoxo: o setor enfrenta um grande desafio para se manter e até se expandir, que é a tributação. Hoje 2/3 do preço de uma cerveja artesanal é composto por tributos. Como a estrutura das microcervejarias é a de pequenas e micro empresas, não tendo ganho em escala, o empreendimento se torna inviável.
Para se ter uma idéia do que representa essa carga tributaria, se uma cervejaria produzir 10.000 litros por mês, ela paga de tributos o referente a 6.000 litros, sobrando 4.000 litros para pagar matéria-prima, funcionários, instalações, remuneração do investimento, etc.. o que torna inviável o negócio.
Na microcervejaria, os custos de matéria-prima são muito mais elevados do que nas grandes cervejarias, pois aquelas se utilizam apenas de materiais de qualidade, adquiridos em pequenas quantidades e quase sempre importadas, já que os nacionais são monopolizados pelas grandes empresas do setor.
Apesar de as microcervejarias se enquadrarem perfeitamente como micro empresas e empresas de pequeno porte, elas são impedidas de optarem pelo Sistema Tributário “SIMPLES”, da mesma forma que as distribuidoras de cerveja, prejudicando mortalmente a sua sobrevivência financeira.
Hoje o mercado das cervejas artesanais não ultrapassa 0,04% do total das cervejas vendidas no país, ou seja, um beneficio fiscal não representaria perda de arrecadação, pelo contrario, iria incentivar o setor a aumentar a produção. O exemplo é o Estado de SC que, apesar de reduzir a alíquota de ICMS, arrecadou R$ 336.000,00 de ICMS no ano de 2006 e já no ano de 2010 atingiu a cifra de R$ 800.000,00.
Outro forte argumento é a empregabilidade. As pequenas cervejarias geram muito mais postos de trabalho que as cervejarias de grande porte. Enquanto em uma microcervejaria é gerado um emprego para cada 50.000lts produzidos por ano, nas grandes cervejaria é gerado um emprego para cada 1.000.000 de litros ano.
Alguns olham o setor de forma equivocada, achando que conceder benefícios fiscais significa incentivar a bebida alcoólica, um produto politicamente incorreto. Mas é importante frisar que as microcervejarias não estimulam a ingestão de quantidade, e sim de qualidade, fato similar que ocorre com a indústria do vinho. A cerveja artesanal é, em geral, mais cara que uma cerveja comum porque seus custos de produção são diferentes, o que cria uma barreira natural ao consumo em grande quantidade.
As microcervejarias estão gerando uma cultura cervejeira no Brasil, retomando a história que foi interrompida há algumas décadas quando os grandes grupos adquiriram as pequenas cervejarias. As microcervejarias artesanais proporcionam o incremento da indústria do entretenimento, hoteleira, gastronômica, turística, etc. Muitas cidades têm orgulho de terem uma microcervejaria hoje em dia.
Não há como contestar que a cerveja tem acompanhando a humanidade há mais de 6.000 anos, tratando-se da terceira bebida mais consumida no mundo – atrás da água e do chá – mas é considerada como alimento, devido ao seu alto teor de carboidratos, sendo por isso intitulada pão líquido.
Ao contrário das grandes cervejarias, as microcervejarias têm sua produção artesanal, algumas com estrutura familiar, personalizadas, com a criação e desenvolvimento de estilos e receitas próprias.
Outra diferença é a variedade de sabores e tipos de bebida oferecidos pelas microcervejarias. Trata-se de produto único, que tem um público específico voltado à gastronomia, além de fomentar a economia e promover a geração de empregos, pois a relação pessoal empregado pelo volume de produção é muito superior nas microcervejarias.
O setor das Cervejas Artesanais também desenvolve o setor da indústria de equipamentos, distribuição e revenda de bebidas, além da criação de cursos profissionalizantes de técnicos cervejeiros, mestres cervejeiros, beersomelier, etc. Ou seja, existe uma grande cadeia econômica beneficiada.
Sabemos que o mundo da Cerveja Artesanal é desconhecido para uma grande maioria das pessoas do nosso País, mas para desenvolvê-lo com qualidade é necessário a redução da carga tributária. Para a sobrevivência do setor, o primeiro passo seria a abertura da opção pelo regime do SIMPLES para o mercado cervejeiro (fábricas e distribuidores).
Pela importância econômica e cultural do setor, vimos por meio desta solicitar a atenção de vossas senhorias para que as Microcervejarias sejam incluídas no SIMPLES, para que assim possam ter uma carga tributaria justa.

Esta entrada foi publicada em Beer e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

16 respostas a Menos impostos para as microcervejarias brasileiras

  1. The problem of the most of the people in only that they are stubborn in nature and are most likely to be rigid and when they have higher degrees with them then start feeling proud on themselves on the base of their degree.

  2. O Brasil é o país dos impostos. Enquanto os governantes não entenderem que são os negócios, sobretudo os micronegócios, que sustentam nosso país, gerando emprego e renda, viveremos este caos. Espero que alguém pense nos microcervejeiros que tem muito potencial por conta de sua organização e qualidade de seus produtos. Força nesta luta!

  3. Publisch disse:

    Fazer cerveja é realmente uma arte! O sabor, o malte, a textura, como incorporar de forma harmoniosa cada ingrediente…
    Realmente quem curti cerveja tem que se dedicar para fazer o melhor, eu pesquiso muito sobre o assunto e atualmente o http://www.receitacervejeira.com.br vem oferecendo um dos melhores cursos do Brasil se não o melhor, vale a pena conhecer.

  4. Publisch disse:

    Fazer cerveja é realmente uma arte! O sabor, o malte, a textura, como incorporar de forma harmoniosa cada ingrediente…
    Realmente quem curti cerveja tem que se dedicar para fazer o melhor, eu pesquiso muito sobre o assunto e atualmente o http://www.receitacervejeira.com.br vem oferecendo um dos melhores cursos do Brasil se não o melhor, vale a pena conhecer.

  5. Adele disse:

    I find this very useful, but I keep thinking of those people who get advantages from taxes. I think there is always someone who makes a business in a way or another.

  6. pokemeshapk disse:

    These days everyone is talking about Pokemesh because of its mind blowing gaming experience.
    Pokemesh app download

  7. George disse:

    Each country is supposed to have a representant for almost every domain of activity, especially when it comes to beer producing. I don't know why some of the decisions are so badly taken. https://parfumuriblackfriday.wordpress.com/

  8. Laurie disse:

    I like to follow your posts as I find them very informative. It' quite interesting what can you do with a hobby. i admire yout initiative and hope to read more. https://curatenieoffice.wordpress.com/

  9. Mel disse:

    I wish you could share an opinion about many other local drinks, not just beer. I invite you to visit the Eastern part of Europe and change some opinions. Maybe you discover something new and interesting. https://curatarecovoare.wordpress.com/

  10. The assignment and essay writing are very important and required of the training of the research and production of knowledge. The research or is totally dependent on the tools of the assignment and essay.

  11. Jessica disse:

    I love beer and i think i could make a beer map. I tested local beer in every place i have visited since now. I hope i can do this from now on too. http://curatenieoffice.blogspot.ro/

  12. Annie disse:

    You have to choose which part you like most: beer or travelling. I'm just kidding, but I have to admit that you are doing both very good. In the end I suppose the beer research works perfectly with travelling. http://reparatiiservicetablete.blogspot.ro/

  13. jenis disse:

    get all the info about best apps for android, windows or ios in few simple steps.

  14. Fragrance disse:

    I think the only thing you can make friends is by drinking beer with them. I am an anthropologist and i need to meet and understand local people and behaviour. That s why, the only thing i got to talk with them and make friends is by drinking beer and by smelling their perfumes.

  15. Educado, se possui alguma pessoa segredo que consciência aprendi devido
    a mausoléu gorjeta todavia que uma porção com 3g dentre chá dentre marcela (frio)
    logo que 20L nem demais….entretanto que 1g bem como meta acme..
    Gafe assim mesmo a birra está (à brava) dita ensejo, cremosa, de acordo com sonho
    sobejo apreciável, orvalhado, no entanto também carecendo daquela laranja/coentro que muitos queremos acerca de uma pessoa
    witbier. http://www.naturecare.lk/component/k2/itemlist/user/1808

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *