Trappist Tour – Rochefort na Abbaye Notre-Dame de Saint-Remy

Trappistes Rochefort BeersRochefort 6, Rochefort 10, seu belo cálice e Rochefort 8

Além de minha visita a Bruxelas e Brugge na Bélgica, fiz uma visita às cidade homônimas às minhas queridas cervejas: Rochefort, Orval e Chimay

Meus planos iniciais eram de visitar também a abadia de Saint Sixtus, que faz a Westvleteren, mas acho que vocês já leram sobre a minha tentativa frustrada.

Roteiro

Aluguei um carro em Bruxelas e fiz a visita de todas as abadias no mesmo dia. É tranquilo pra fazer tudo em um dia, mesmo porque pelo que pude constatar, não tem muito o que fazer nessas cidades além de visitar o mosteiro/cervejaria/pub.
Todas elas constam em regiões afastadas, quase rurais, então não espere chegar lá por transporte publico facilmente.
Alugue um carro com GPS e seja feliz.

Meu roteiro foi:
1 – De Bruxelas até Rochefort
2 – De Rochefort até Orval
3 – De Orval até Chimay
4 – De Chimay até Bruxelas

Optei por este roteiro principalmente por todas essas cidades ficarem no sul da Bélgica, e com isso fica mais facil de fazer tudo em apenas um dia.

Chegando em Rochefort

De Bruxelas até Rochefort são cerca de de 120km, levamos pouco mais de 1h e 40m pra chegar até lá.
Falando um pouco sobre esta cerveja, me lembro da primeira vez que experimentei uma Rochefort 10. Uma cerveja do estilo quadrupel, densa, encorpada, uma dádiva dos monges. Eu sonhei com essa cerveja naquele dia. É sério.

Desde a primeira vez que ví as cervejas da Rochefort, a simplicidade de seu rótulo me chamaram a atenção, sua simplicidade e seriedade passam um sensação de maturidade, de um produto feito nos mínimos detalhes, sem pressa, movido à perfeição.
Eles conseguiram a perfeição.

Rochefort 6

Trappistes Rochefort 6A mais “fraca” de todas da Rochefort, é do tipo dubbel(alguns guias colocam como strong dark ale).
7,5% de teor alcoólico.

Rochefort 8

Trappistes Rochefort 8A intermediaria é do tipo strong dark ale.
9,2% de teor alcoólico.

Rochefort 10

Trappistes Rochefort 10A obra prima da Rochefort, a mais forte, encorpada e aromática de todas, é do estilo quadrupel.
11,3% de teor alcoólico que são extremamente balanceados.

É até difícil colocar todas as experiências sensoriais das cervejas da Rochefort, mesmo a 6 que é a mais suave, possui uma intensa sensação aromática, muito forte.
Beba todas que irá entender o que digo.

A visita

Não me informei muito sobre os horários da abadia, apenas vi o endereço e fui. Sabe o que descobri?
ESTAVA FECHADA =/

Na verdade, segundo o monge a cervejaria nunca é aberta para visitação, mas nesse dia nem a abadia podia ser visitada. A única coisa que podia fazer era comprar cerveja e taça com eles. Como já tinha comprado algumas rocheforts, peguei apenas uma taça que me foi cedido pelo próprio monge.

A abadia fica num lugar lindo, rodeado por varias árvores, veja o vídeo abaixo.

No fim de dezembro um problema com os geradores de energia causaram um incêndio na abadia, mas por sorte, pouco do mosteiro do século 15 foi atingido e apenas uma parte da cervejaria foi comprometida.

In front of Abbaye Saint Remy in RochefortNa frente da abadia, após descobrir que não poderia visitar a cervejaria

Mesmo sem conseguir visitar melhor essa abadia, fiquei um bom tempo conversando com o monge que falava apenas francês, mas conseguimos nos comunicar bem.
Foi muito gentil, fez de tudo para que nos sentíssemos bem, realmente a paciência trapista reinou 🙂

In front of Abbaye Saint Remy in RochefortNa capela frontal

Mesmo não tendo visto a fabrica de perto e abadia por dentro, fico feliz de poder ter visitado este lugar lindo antes do incêndio.

No próximo post, visita a Orval!

page-divider

20 thoughts on “Trappist Tour – Rochefort na Abbaye Notre-Dame de Saint-Remy

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *